SEARCH

SEARCH BY CITATION

Keywords:

  • Children;
  • ineffective breathing pattern;
  • nursing assessment;
  • nursing diagnosis;
  • respiratory sign and symptom
  • Padrão respiratório ineficaz;
  • crianças;
  • avaliação de enfermagem;
  • diagnóstico de enfermagem;
  • sinais e sintomas respiratórios

Purpose

To determine the accuracy of NANDA-I defining characteristics for the nursing diagnosis, ineffective breathing pattern, in children with acute respiratory infection.

Methods

This was a prospective cohort study in 136 children. Measures of accuracy were calculated for the defining characteristics.

Findings

Use of accessory muscles to breathe presented the best measure of accuracy. Alterations in depth of breathing presented a high value of sensitivity. Altered chest excursion and orthopnea presented high values of specificity.

Conclusions

Use of accessory muscles to breathe showed the best predictive capacity for ineffective breathing pattern.

Implications for Nursing Practice

Measures of accuracy can contribute to an accurate diagnostic inference process, improving patient assessment and facilitating rapid, accurate diagnosis.

Objetivo

Determinar a acurácia das características definidoras para o diagnóstico de enfermagem Padrão respiratório ineficaz em crianças com infecção respiratória aguda.

Métodos

Este foi um estudo de coorte prospectiva aberta com um grupo de 136 crianças. Medidas de acurácia foram calculadas para as características definidoras.

Resultados

Uso de musculatura acessória para respirar apresentou a melhor medida de acurácia. Alteração na profundidade respiratória apresentou elevado valor de sensibilidade. Excursão torácica alterada e Ortopneia apresentaram altos valores de especificidade.

Conclusão

Uso de musculatura acessória para respirar apresentou melhor capacidade preditiva para Padrão respiratório ineficaz.

Implicações Para A Prática De Enfermagem

Medidas de acurácia podem contribuir para um processo de inferência diagnostica acurado. Educadores podem usar o conhecimento de características definidoras críticas para ensinar aos alunos técnicas de avaliação adequadas, e os enfermeiros na prática clínica podem estar mais atentos a essas características, a fim de facilitar o diagnóstico rápido e preciso. Pesquisa adicional deve procurar replicar esse trabalho em populações semelhantes e diferentes, e identificar as características do diagnóstico ao longo do tempo.